Facebook

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Paixão pelos livros

Há quem diga que produzir um livro é muito semelhante à gravidez: primeiro regozigamos de alegria porque concluímos o texto; depois passamos por momentos difíceis de melhoramento, polimento, aperfeiçoamento da escrita, que por vezes sentimos que é interminável; começamos a sentir a pressão do tempo a esvaziar-se e os prazos a aproximarem-se vertiginosamente; depois vem a ansiedade de ver o livro «cá fora», de o segurarmos, de sentirmos o seu cheiro a papel e tinta; e por fim, a incerteza, sobre o modo como o livro será recebido pelos leitores e qual o seu impacto sobre a vida deles.

É assim que eu me sinto em cada livro que abraço produzir.

Este sentimento continua a ser verdade, mesmo depois de publicados 20 livros com a marca Letras d’Ouro, e de outros tantos noutros projectos. E é bom! Demonstra a PAIXÃO pelo trabalho e a vontade de prosseguir caminho, rumo ao aperfeiçoamento e à satisfação dos nossos leitores.

Sem comentários:

Enviar um comentário